Pesquisadores brasileiros pedem cautela sobre cura da aids e afirmam que reportagem da Superinteressante não traz grandes novidades

Attention: open in a new window. PDFPrintE-mail

Pesquisadores ouvidos pela Agência de Notícias da Aids disseram que a reportagem “Enfim, a Cura da Aids”, da revista Superinteressante, não está atualizada e reforçam que as melhores estratégias na luta contra o HIV continuam sendo a prevenção e a adesão ao tratamento. Na edição de agosto, a revista aborda técnicas como a expulsão do vírus, tratamentos ultraprecoces, transplantes e modificações genéticas que conseguiram “curar” alguns pacientes.

Para o infectologista e professor da Universidade Federal de São Paulo Esper Kallás, a reportagem é sensacionalista. “A cura nunca esteve tão próxima, segundo a reportagem, mas isso ainda não é uma realidade”.

http://www.agenciaaids.com.br/noticias/interna.php?id=21125